quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Porque eu sei que é amor...



Amar é uma decisão racional...
Digo: Conhecemos alguém, ficamos e nos apaixonamos. Na paixão quase nada importa, somente aquele sentimento eufórico que nos leva a fazer loucuras. Ficamos totalmente cegas(os) e tudo que o outro faz é lindo, é perfeito... Mas quando essa fase passa, começamos a enxergar verdadeiramente a pessoa ao nosso lado: os defeitos, os valores, os gostos e as diferenças.
Esse é o momento de DECIDIR se queremos continuar com o relacionamento ou não, se conseguiremos nos comprometer a AMAR e ACEITAR a pessoa como ela é, com seus defeitos e qualidades, valores etc. Ou seja, escolhemos, racionalmente, a pessoa que queremos amar. Por isso eu afirmo que NÂO AMAMOS com o CORAÇÃO, e sim com as AMIGDALAS DO CÉREBRO! No entanto, o coração recebe todas as emoções que o cérebro transmite... por isso que o "bichinho" sofre tanto quando nos decepcionamos.
Mas não pensem que é fácil escolher alguém pra entregar nosso coração, ou melhor, as amigdalas do cérebro... rs É uma DECISÃO DIÁRIA, e cada dia é um APRENDIZADO. Temos que QUERER AMAR, todos os dias, a pessoa que está ao nosso lado, aquela que, às vezes, nos faz chorar, que nem sempre atinge nossas expectativas, que têm defeitos, mas sobretudo, nos faz FELIZ, tem valores raros como o nosso, qualidades admiráveis e, principalmente, a mesma vontade de QUERER AMAR todos os dias, um dia de cada vez...
Os amantes são eternos aprendizes!


"Porque eu sei que é AMOR..."

Beijos, meu lindo!!!


por Vilane Vilas Boas Rios

3 comentários:

Bruno Sampaio disse...

Que postagem bonita, Vi!
Gostei bastante.
Você é minha escritora linda!
bjão

Véu disse...

Muito interessante o texto. Gostei da análise: AMAR é ESCOLHA, show! Concordo plenamente ;)
Parabéns e Felicidades sempre!

Vilane V.B.Rios disse...

Brigada, amor!

Valeu, Véu! Bjão